O Recomeço

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Recomeço

Mensagem por Admin em Qua Fev 08, 2017 1:12 pm



Uma garota ruiva estava sobre um palco elevado na taverna. Uma linda ruiva, com um vestido de noite verde, tocando o alaúde. Com uma voz de anjo. Ele nunca tinha ouvido nada igual. A voz competia com o alaúde em pureza. Não conhecia aquela canção, mas a música, o ritmo,  meteu em seu cérebro como se a tivessem gravando a fogo para que não a esquecesse jamais. Como se houvesse um lugar em sua cabeça esperando justo aquela canção.
A [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] era um pouco triste.  Mas a melodia estava enfeitiçando, todos na tascas. Todo munto parava para escutar e olhar para ela. A cantora também era linda.
Se alguém houvesse dito a ele que ela era um anjo, ele teria acreditado. Não precisaria muita persuasão com aquela voz que se elevava majestosamente. Mas era uma garota de carne e osso. O cabelo comprido avermelhado lhe caía sobre as costas, brilhando, movendo-se
enquanto os dedos dela flutuavam com graça ao tocar as cordas. Ela mantinha os olhos fechados.
Sua voz foi se apagando em um sussurro, em um último glissando cristalino de acordes do alaúde que se elevou no ar, logo levantou a cabeça e abriu os olhos ao ouvir o aplauso espontâneo.
Em nenhum momento olhou a plateia. Era como se tocasse para si mesma, logo seguida começou uma canção nova, sorrindo com suavidade, concentrada em seus pensamentos. Primeiro uma longa introdução musical, e logo começou a cantar. Outra vez era uma canção que ele não tinha ouvido nunca, mas ficou apenas a olhando fixamente, ouvindo a música.Ele foi aproximando do palco, tentando chamar a atenção dela. Mas nem sequer parecia que ela o notava, quase todo o tempo ela mantinha os olhos fechados como se estivesse concentrada na canção, outra horas parecia que ficava olhando para o nado, como estivesse perdida em outro mundo. Ficou roçando a beira do palco, o mais perto que podia estar dela.
Ela tinha traços delicados. Tinha a pigmentação de uma verdadeira ruiva, mas sem as sardas. O vestido verde esmeralda, comprido até os pés, era elegante, mas modesto. A pele que mostrava era pálida e cremosa, os traços do rosto quase desprovido de maquiagem eram
perfeitos, acentuados por umas sobrancelhas de um tom castanho. Inclusive sentada se via que não era muito alta, mas com pernas longas e um pescoço comprido e esbelto. Quando girou a cabeça ligeiramente para ele, Doul quase ofegou. Os olhos eram de um verde escuro, o verde de oceanos tumultuosos, dos prados ao final da primavera.
Ao fim da canção, os ouvintes a aplaudiram, e ela fez uma vênia em agradecimento e logo em seguida uma moça loira, aparentemente da mesma idade, subiu os quatro degraus e foi para a cantora, lhe pondo uma mão no ombro. A cantora pôs uma mão sobre a dela e sorriu. A moça loira, coloca o braço ao redor da esbelta cintura da ruiva e as duas atravessaram a plataforma de madeira. Descendo juntas as escadas e foram até uma mesa no fundo da taverna.

Admin
Admin

Mensagens : 44
Data de inscrição : 21/07/2016

Ver perfil do usuário http://aurore-mainereinos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum